Powered by GOOGLE Tradutor

4 de mar de 2011

Encontro Internacional de Harmônica comemora 10 anos no SESC Pompeia

A harmônica, ou simplesmente gaita, como é mais conhecida, está para o blues assim como o sax está para o jazz. Mais uma vez, a Choperia do SESC Pompeia abriga o Encontro Internacional de Harmônica, que chega à sua 10a. edição com uma programação especial que inclui shows, workshops e uma jam session com a participação do público

Em sua 10ª edição, o Encontro Internacional de Harmônica, realizado pelo SESC Pompeia, acontece de 17 a 20 de março, na Choperia da unidade, reunindo atrações internacionais e os principais nomes da harmônica no Brasil. O projeto conta com o blues elétrico tradicional de Rick Estrin and The Nightcats, o blues rock inovador de Andy Just, o blues de raiz de Joe Filisko, o maior representante da gaita no Chile Gonzalo Araya, e os paulistanos Sérgio Duarte, Márcio Abdo e Flávio Guimarães - idealizador do festival e pioneiro da gaita blues no Brasil.

O evento foi citado pela revista americana Blues Revue, como um dos maiores festivais internacionais de blues no País. A edição especial de aniversário apresenta um show diferente a cada noite. Segundo Flávio Guimarães, “a programação está mais focada no blues, que é o estilo onde a harmônica tem mais público no Brasil”.

Além dos shows que acontecem na Choperia, a dupla formada por Benê Jr. (harmônica) e Marcelo Ricciardi (violão) apresenta canções de estilos variados, como sambas, choros, tango, bolero, jazz e blues, em volta da lareira, na Área de Convivência. Os grupos Harmônicos e Little Will divertem a plateia na rua central da unidade durante as tardes de sexta e sábado. No domingo, acontece uma jam session aberta onde o público pode levar sua gaita e subir no palco para tocar. Além das apresentações, haverá workshops de harmônica com Flávio Guimarães e Joe Filisko, no domingo à tarde.

Programação Completa

Joe Filisko (EUA) e Flávio Guimarães
Dia 17 de março, quinta-feira, às 21h30, na Choperia

Considerado uma das autoridades no mundo quando o assunto é gaita diatônica, o harmonicista norte-americano Joe Filisko é também um dos melhores luthiers (customizadores) de gaitas do mundo, com um trabalho que afeta a maneira de tocar e trabalhar dos músicos e fabricantes. O músico, que já tocou em vários países e participou de diversos documentários sobre o instrumento, domina vários estilos de blues, ora tocando a gaita acusticamente tirando sons dos mais variados, ora utilizando-se de um amplificador valvulado, emulando com perfeição os sons de mestres do blues elétrico de Chicago, como Big Walter Horton, James Cotton e Little Walter. O músico se destaca por resgatar a sonoridade dos anos 1930 e 1940, pouco explorada pelos músicos contemporâneos, uma espécie de arte perdida de se tocar gaita.

Gaitista, cantor e idealizador do Festival Internacional de Harmônica, Flávio Guimarães recebe como convidados Ivan Márcio, Márcio Maresia e Blues Groovers. Com uma carreira de mais de duas décadas, Flávio lançou 17 CDs, sendo sete álbuns solo e outros 10 como integrante e fundador da maior banda de blues brasileira, a Blues Etílicos. Seu mais recente trabalho, o álbum The Blues Follows Me, é um tributo ao bluesman Little Walter e à Gravadora Chess, de Chicago, dos anos 50. O músico é considerado hoje a principal referência na gaita diatônica brasileira.

Choperia. Não é permitida a entrada de menores de 18 anos. A Choperia é classificada como casa noturna, em função da venda de bebidas alcoólicas. Não recomendado para menores de 18 anos R$ 16,00 (inteira); R$ 8,00 (usuário matriculado no SESC e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino). R$ 4,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no SESC e dependentes). Dia 17/03. Quinta, às 21h30.

Márcio Abdo & Sérgio Duarte Blues Band e Rick Estrin and The Nighcats (EUA)
Dia 18 de março, sexta-feira, às 21h30, na Choperia

O gaitista e cantor Márcio Abdo vem conquistando espaço no cenário do blues nacional desde os anos 90. Atração de diversos festivais, como Harmônica & Blues Projetc, o Giat in Concert, o Blues in Mountain, entre outros, o músico está divulgando repertório do CD Na Melhor Hora, com composições próprias em português e ritmos dançantes e variados lembrando o estilo “West Coast Blues”, dando destaque ao uso da gaita cromática. Neste show, Abdo estará acompanhado de Sérgio Duarte Blues Band, formada por Sérgio Duarte (gaita), Celso Salim (guitarra) e Paulinho Sorriso (bateria).

Com mais de trinta anos de carreira, o músico americano Rick Estrin vem ao Brasil pela quarta vez apresentar sua mistura dançante de jump blues, rockabilly e surf rock. Estrin recebeu o prêmio WC Handy Award (The Blues Music Award), concorre ao prêmio de Melhor Banda de Blues de 2010 pela Blues Blast Music Awards e tem recebido críticas positivas da imprensa especializada. Com dez álbuns lançados, a banda Rick Estrin and The Nightcats é formada por Kid Andersen (guitarra), Lorenzo Farell (baixo) e J. Hansen (bateria).

Choperia. Não é permitida a entrada de menores de 18 anos. A Choperia é classificada como casa noturna, em função da venda de bebidas alcoólicas. R$ 16,00 (inteira); R$ 8,00 (usuário matriculado no SESC e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino). R$ 4,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no SESC e dependentes).
Dia 18/03. Sexta, 21h30.

Gonzalo Araya (CHI) e Andy Just (EUA)
Dia 19 de março, sábado, às 21h30, na Choperia

Considerado o principal harmonicista do Chile, Gonzalo Araya começou a tocar em 1999 por Santiago com a banda do brasileiro Jonhny Jam & Blue Turkey. Apresentou-se em festivais de jazz e blues como o Mendonza Blues Festival, o Festival Internacional de Jazz de Cachagua, e abriu shows para o guitarrista americano Scott Henderson e para a banda argentina Manal. Neste show, Gonzalo será acompanhado da Thiago Cerveira Blues Band.

Com mais de trinta anos de carreira, Andy Just é o vocalista da Ford Blues Band, um dos grupos mais importantes do blues contemporâneo. Considerado um dos melhores gaitistas de blues do mundo, uma de suas características mais marcantes é seu forte timbre de gaita com influências do blues e do rock, uma espécie de “impressão digital” musical, a qual muitos gaitistas tentam copiar sem sucesso. Seu trabalho inclui ainda trilhas sonoras para o cinema americano e francês, com destaque para o filme Murder in Mississipi, de George Lucas, além de comerciais para televisão. Andy Just será acompanhado da Thiago Cerveira Blues Band.

Choperia. Não é permitida a entrada de menores de 18 anos. A Choperia é classificada como casa noturna, em função da venda de bebidas alcoólicas. R$ 16,00 (inteira); R$ 8,00 (usuário matriculado no SESC e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino). R$ 4,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no SESC e dependentes).
Dia 19/03. Sábado, às 21h30.

Benê Jr. e Marcelo Ricciardi
Dias 18 e 19 de março, sexta e sábado, às 20 horas, na Lareira da Área de Convivência

Em volta da lareira da Área de Convivência, a dupla formada por Benê Jr. (harmônica) e Marcelo Ricciardi (violão) apresenta um conjunto de canções de estilos variados, como sambas, choros, tango, bolero, jazz e blues.

Lareira da Área de Convivência. Livre para todos os públicos. Grátis. 18/03, 19/03. Sexta e sábado, às 20h.

Open Jam Gaitistas
Dia 20 de março, domingo, às 18 horas, na Choperia

Numa grande jam sessions, os músicos Flávio Guimarães e Joe Filisko recebem o público interessado e promovem uma grande brincadeira onde todos podem tocar e improvisar com o instrumento.

Choperia. Livre para todos os públicos. Grátis. Dia 20/03. Domingo, às 18h.

Harmônicos
Dia 19 de março, sábado, às 17h30, na rua Central do SESC Pompeia. Grátis.

Os Harmônicos é um divertido grupo de gaitistas, que explora gaitas antigas, e possui um repertório variado, do Samba ao Blues, passando pelo Jazz, Country, Reggae, Rock and Roll e suas ramificações. Livre para todos os públicos.
Grátis. 19/03. Domingo, às 17h30.

Little Will e Marcio Scialis
Dia 20 de março, domingo, às 17h30, na rua Central do SESC Pompeia. Grátis.

A dupla se apresenta com gaita e violão, misturando blues, jazz e country. Durante a apresentação, os músicos trocam de instrumentos. Livre para todos os públicos. Grátis. 20/03. Domingo, às 17h30.

Workshops
Workshop de harmônica com Flávio Guimarães
Dia 20 de março, domingo, às 15 horas, no Auditório
O participante deve trazer seu instrumento e retirar ingresso 1 hora antes do workshop. Auditório. Livre para todos os públicos. 30 vagas. Grátis. 20/03. Domingo, às 15h.

Workshop de harmônica com Joe Filisko
Dia 20 de março, domingo, às 16 horas, no Auditório

O participante deve trazer seu instrumento e retirar ingresso 1 hora antes do workshop. Auditório. Livre para todos os públicos. 30 vagas. Grátis. 20/03. Domingo, às 16h.

(FONTE: Flávio Guimarães / SESC POMPEIA)

3 comentários:

  1. Só ratificando o Flávio é bastante antigo na gaita blues do Brasil, mas o grande pioneiro da gaita blues no país é o Zé da Gaita que em 73 já tinha gravado com a banda O Peso e hoje anda meio esquecido, logo depois o Carlitos que era da Atlantico Blues que foi a primeira banda de Blues nacional a lançar discos, 78 e 79.
    abraços
    Josias

    ResponderExcluir
  2. Você está corretíssimio, meu caro Josias, em fazer essa correção quanto à informação de que Flávio Guimarães é o pioneiro da gaita de Blues no Brasil. Sem dúvida alguma, Zé da Gaita precede, em muitos anos, o Flávio, sendo o Zé, sem dúvida, o pioneiro, pelo menos até onde eu tenha conhecimento. O mesmo acontece com relação ao Carlitos Patrone, como você bem citou e, talvez, ainda outros, que foram esquecidos no tempo. Não se pode, certamente, negar o mérito do Flávio, um gaitista importante para o movimento de Blues no país, podendo, inclusive, ser considerado como aquele que atingiu a maior notoriedade, alavancado que foi pela sua banda, Blues Etilícos e pelo seu próprio mérito como instrumentista, é claro). Todavia, o que é certo, é certo e citar Flávio Guimarães como pioneiro da gaita Blues no Brasil só reflete ignorância e descaso, além de negar mérito para quem o tem.

    ResponderExcluir
  3. Até que enfim, alguém que saca de história da gaita no país!

    Josías e Maurício, seus comentários vieram na hora certa, porém em minoria. O que quero dizer é que, de 30 postagens sobre esse evento nos mais variados sites e blogs, aqui é provavelmente um dos poucos espaços onde alguém se pronunciou pra ratificar a informação.

    Não há ignorância nos que acham Flávio o pioneiro ou um dos pioneiros. Só há perda da história por falta de registro e falta de informação que deveria ser disponibilizada por aqueles que entendem do assunto.

    Estou pesquisando sobre a História da gaita no Brasil e se tiverem mais informações sobre Zé da Gaita e Carlitos, seria muito grato que entrassem em contato no contato.papodegaita@gmail.com

    Abraço!
    Luiz Rocha

    ResponderExcluir

Muito Obrigado por deixar seu comentário, ele é muito importante para que possamos evoluir juntos! Não deixe de ASSINAR seu nome! Queremos conhece-lo(a)! O HARMONICA HOUR é de todos.

ATENÇÃO!

• Pedidos de parceria somente por e-mail

• Não faça somente propaganda do seu blog, deixe um comentário construtivo sobre o assunto.
______________________________________________________

Thank you for leaving your comment, it is very important so we can evolve together! Be sure to SIGN your name! We know you! The HARMONICA HOUR is for everyone.